Decorando: Entre bancos e cadeiras, a mesa de jantar

a

Como escolher a melhor mesa de jantar?

mesa-02

A sala de jantar é um dos lugares favoritos da casa. Lá você vai compartilhar ótimos momentos com pessoas importantes, que certamente vão lhe render grandes lembranças. Para decorar um lugar tão especial, tenha uma mesa de jantar que combine com você. Que tal algumas dicas do arquiteto Thiago Natal Duarte para escolher essa peça com sabedoria?

O primeiro passo para definir a mesa é avaliar o espaço disponível e suas orientações. A altura confortável para uso de uma mesa de jantar é 75cm, muito próximo de um plano de trabalho para escritórios. Já o ideal para circulação deve ser 1,00m de distância. A mesa de 2,40m x 1,10m pode ser uma mesa bem confortável para uso no dia a dia e para receber convidados. Ela pode abrigar até 8 lugares, o que seria uma situação esporádica para uma família.

“A mesa redonda é uma mesa muito confortável para o convívio. Já a retangular pode ser uma boa opção para encaixar no espaço disponível, mas deixa a desejar no quesito conforto entre os usuários. Entendo que, para apartamentos médios, as mesas menores são muito atrativas, mas sempre haverá os espaços coletivos onde as mesas grandes são ótimos mobiliários”, diz Duarte.

As mesas hoje são feitas nos mais diversos materiais, mas a madeira é sempre o mais usado. “Por mais que a grande oferta de madeiras brasileiras garanta às mesas uma variedade enorme de modelos, as peças de madeira maciça são aquelas que nunca perdem seu charme. Os painéis em fórmica TS também podem ser uma tendência para explorar novas tecnologias e materiais”, completa Duarte.

mesa-01

Já quando pensamos em cadeiras o conforto deve vir em primeiro lugar, ou seja, use desde cadeiras com descanso para os braços até peças estofadas. Outra opção para os ambientes mais joviais e modernos é o uso de bancos na mesa. “Para quem recebe pessoas com frequência, bancos são muito assertivos”, diz Duarte.

A dica final é relacionada aos arranjos: nunca use um arranjo alto, isso atrapalha toda dinâmica em uma mesa. Mas em modelos menores, eles são expressivos e devem ser utilizados sempre.

Fonte: http://morarkallas.com.br/index.php/2016/09/entre-bancos-e-cadeiras-a-mesa-de-jantar/

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *